sábado, 19 de março de 2011

Generally, it's a good idea to only use aloe vera externally. While some have claimed that aloe vera can be used as a treatment for certain gastrointestinal problems, this has never been proven. Furthermore, if you're pregnant or nursing, you should only use aloe vera externally. If you're suffering from such conditions as Crohn's disease, irritable bowel syndrome or gastritis, your aloe vera usage should likewise be limited to external use. Aloe vera is occasionally recommended for use as a laxative. On the one hand, we know that aloe vera contains a bowel-stimulating agent; however, there's a danger that bowels can become overly reliant on aloe vera. So it's best to treat constipation by increasing the amount of water and fiber in your diet rather than looking to aloe. Lastly, people suffering from diabetes should use aloe sparingly, since it's been shown in studies that it can decrease blood sugar levels

quinta-feira, 10 de março de 2011

Uma flor murcha de volta à vida


Une fleur flétrie reprend vie por Eaudisseyflorale

Especialistas avaliam diminuição de pelos e outras promessas de desodorantes

Divulgação
Foi-se o tempo em que o principal atrativo de um desodorante era proteger contra odores: hoje promessas vão de diminuir pelos a clarear axilas

Redução de pelos
Entre os benefícios mais polêmicos provocados por um simples desodorante está a promessa de redução de pelos da região da axila. Um dos fabricantes afirma que entre os ingredientes da fórmula está o Pro Epil Complex, um ativo que além de reduzir os pelos, torna-os mais finos. “De fato, o Pro Epil atrasa o crescimento celular do folículo piloso, retardando o nascimento do pelo”, justifica o dermatologista João Carlos Lopes Simão, coordenador do ambulatório de Cosmiatria do Hospital das Clínicas da USP de Ribeirão Preto (SP). “Os desodorantes podem conter ativos pilo-inibidores que agem no bulbo piloso reduzindo a sua atividade. Assim, o pelo demora mais para crescer”, reafirma o químico Angel Lizárraga, diretor executivo da Associação Brasileira de Cosmetologia. No entanto, há controvérsias. “Acho muito difícil, por exemplo, um desodorante diminuir os pelos no local da aplicação. Não há comprovações científicas de se alcançar esse efeito através de um cosmético”, diz a dermatologista Maria Fernanda Gavazzoni, chefe do ambulatório de dermatologia do Instituto Professor Azulay, da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Outra marca não propõe redução dos pelos, mas promete uma depilação mais suave e rente, por conta de uma hidratação profunda da área, garantida por substâncias emolientes, entre elas o extrato de abacate. “Uma pele lisinha e bem hidratada facilita o deslizamento da lâmina e o processo de depilação, o que torna mais eficiente a retirada dos pelos e ainda assegura menos irritação superficial”, diz a mestre em dermatologia Solange Pistori Teixeira, colaboradora do Setor de Cosmiatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Leia mais:  UOL ESTILO

Perfumes e Produtos Diversos

Share

Anuncios

Publipt - Publicidade na Internet

Visitantes Recentes

Seguidores

************************************************************************************************************************************************************************

Gfperfumes